sexta-feira, 11 de agosto de 2017

A Linguística na Formação do Professor


A investigação sobre a língua tem um papel crucial em todas as dimensões da educação, que se concretiza mediante uma ampla diversidade de atos textuais e discursivos de uso da linguagem. Da interseção entre as ciências da linguagem e a educação emergem áreas de estudo diversificadas, nomeadamente, o discurso em sala de aula, os materiais didáticos, os instrumentos de avaliação, a língua como objeto de ensino (na dupla vertente de língua materna e não materna), a linguística como formação científica de base no professor de línguas, a consciência e o conhecimento linguístico como fatores de qualificação profissional no professor de qualquer das disciplinas curriculares, entre outras.

É neste âmbito que o Centro de Linguística da Universidade do Porto está a organizar o 3.º Encontro A Linguística na Formação do Professor – das teorias às práticas educativas, que decorrerá nos dias 7 e 8 de setembro, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Este evento é creditado como ação de formação validada pelo centro científico-pedagógico de formação contínua de professores (CCPFCP).

Andar às Aranhas


São animais exóticos e controversos. Causam arrepios, fobias, mas também fascínio e curiosidade. Habitam os campos, as selvas, as savanas, os desertos, as cidades, e em muitos casos, as próprias casas dos humanos. A maioria não representa qualquer perigo para os humanos, embora algumas sejam venenosas. São simultaneamente selvagens e animais de estimação e desde há muitos milhões de anos que desempenham um papel muito importante no equilíbrio ecológico do planeta, integrando a sua biodiversidade. 

E se mundo das aranhas é tudo isto, como não andar às aranhas?

Nesta exposição terá a possibilidade de conhecer as aranhas do ponto de vista científico, estético, sensorial e cultural. Pretende-se igualmente que conheça melhor os medos e fobias que envolvem estes animais e, quem sabe, enfrentá-los racionalmente.
 
Atreva-se a Andar às Aranhas…No Exploratório – Ciência Viva de Coimbra.

Prémio ILCE-SINADEP para as práticas docentes inovadoras



O Instituto Latinoamericano de la Comunicación Educativa (ILCE) e a Fundación para el Desarrollo Educativo, de la Investigación y Superación Profesional de los Maestros A. C. (SINADEP) convidam todos os professores no ativo de escolas públicas dos níveis de Educação Pré-Escolar, Ensino Básico e Ensino Secundário a participar no Prémio ILCE-SINADEP para as práticas docentes inovadoras na Ibero-América e no Caribe.
 
O objetivo é o de reconhecer os docentes que aplicam estratégias didáticas ou projetos, nos quais introduzem recursos inovadores para gerar processos de aprendizagem baseados na descoberta, na análise, na crítica, na criatividade e na obtenção de inferências e conclusões próprias, e difundir estas práticas por toda a Ibero-América e no Caribe.

A inscrição deverá ser formalizada até ao dia 31 de agosto, numa das seguintes categorias:
  • Desenho e produção de recursos educativos não digitais inovadores;
  • Desenho e produção de recursos educativos digitais inovadores;
  • Projetos educativos com a utilização de recursos inovadores.
 
Os vencedores de cada categoria e nível participarão num encontro virtual de intercâmbio de práticas docentes inovadoras e os trabalhos premiados serão difundidos em escolas da região ibero-americana e do Caribe para seu uso na aula.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Bom apetite! A ciência está na mesa!


Podem as escolhas de hoje influenciar as refeições de amanhã? No Pavilhão do Conhecimento os alimentos estão na mesa, prontos a ser explorados pelos visitantes de uma forma desafiante e educativa.

A exposição Bom apetite! A ciência está na mesa é composta por mais de 30 módulos interativos que nos revelam que comer bem não é apenas uma questão de calorias ou quantidades.

O que nos abre o apetite? Como podemos confecionar um jantar saudável? Será que existem alimentos proibidos? E a televisão, ajuda a engordar? A mostra oferece aos visitantes meios para compreenderem melhor as regras de uma alimentação saudável, ajudando à leitura e triagem de uma multiplicidade de mensagens e informações que, todos os dias, surgem ligadas à alimentação.

A ciência ajuda assim a responder a numerosas questões colocadas por cada consumidor numa altura em que o critério “saúde” tem tendência a sobrepor-se ao do gosto e do prazer.

A exposição pode ser visitada no Pavilhão do Conhecimento até setembro de 2017.

Sente-se à mesa e… bom apetite!

Ciência Viva no Verão em Rede



A Universidade de Aveiro (UA), através da Fábrica - Centro Ciência Viva de Aveiro, da Associação de Física da UA e do Departamento de Biologia associou-se à "Ciência Viva no Verão em Rede" com a realização de dezenas de atividades científicas.
 
Até ao dia 15 de setembro, a ciência vai à praia, ao campo e à cidade, de dia e de noite, permitindo experiências únicas aos participantes e garantindo a diversidade e a riqueza das atividades.

Capacitar e Promover os Imigrantes na Turma

O Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora, (CIEP-UE), e o Centro Lusíada de Investigação em Política Internacional e Segurança da Universidade Lusíada (CLIPIS) organizam, nos dias 8 e 9 de setembro, um congresso internacional dedicado ao problema da integração e capacitação dos migrantes nas nossas escolas.

As crianças e jovens filhos de imigrantes chegam às escolas portuguesas portadores de uma língua, uma cultura, uma visão do mundo e da vida diversos da língua, da cultura e da visão do mundo e da vida hegemónicos na sociedade portuguesa.

Importa conhecer esta realidade e, em função desse conhecimento, discutir o que fazer, porque fazer, como fazer, quando fazer e com que recursos. É todo este estudo e discussão que se pretende com este congresso: «Capacitar e promover os imigrantes na turma».

UC by Night

 
Com o verão regressam as visitas noturnas à Universidade de Coimbra (UC).

Todos os sábados, até ao dia 2 de setembro, a partir das 21h15m, a “UC by Night” proporciona uma visita guiada pelos sítios mais emblemáticos da UC, nomeadamente o Antigo Palácio Real (Sala dos Capelos, Sala do Exame Privado e Sala das Armas), a Capela de São Miguel, a Biblioteca Joanina e a Prisão Académica.

Também a Torre da Universidade é aberta para proporcionar uma vista de 360 graus da cidade de Coimbra. Há ainda espaço para um apontamento musical.

A visita “UC by Night” tem a duração de aproximadamente duas horas.

Para as crianças até aos 13 anos esta visita é gratuita.